[ editar artigo]

Empresários no divã

Empresários no divã

No imaginário da maioria das pessoas, ser empresário é viver em um paraíso. Significa não ter chefe, decidir a que horas acordar, ser livre para ir e vir ao trabalho, ter poder de escolha ilimitado, ser cercado de pessoas obedientes à sua disposição e, sobretudo, ser rico, muito rico. Na verdade empresários são seres humanos e estão sujeitos aos mesmos mecanismos psicológicos que qualquer  outra pessoa que exerce qualquer outra atividade. 

Na terapia podemos desvendar muitos mistérios mentais, como por exemplo: Os conflitos mal resolvidos na infância, um relacionamento destrutivo com o cônjuge, a doença de um filho, a competição com alguém da familía, algum tipo de adicção, nomofobia e outros elementos que mesmo involuntariamente afetam a empresa. 

Pontos importantes que podem ser tratados no divã: 

  1. Sensação de que eles estão sobrecarregados, por não haver segundo eles uma justa distribuição de trabalho entre os sócios. 
  2. Projeção, eles acabam se sentindo frustrados porque os filhos não querem seguir seus ramos e rotinas de trabalho. 
  3. Ansiedade, uma patologia que tem feito muitos empresários tomarem decisões precipitadas.
  4. Depressão que afasta milhares de lideres de seus negócios, isso as vezes decorre de um fracasso financeiro. 

Resumindo. Você  não pode produzir mudanças nas mentes das pessoas sem antes produzir mudanças em suas próprias mentes. Uma empresa não pode ser administrada somente com a emoção, deve-se haver as duas coisas razão e emoção. Um pássaro não voa com uma asa só não é mesmo?

Polo de Liderança Sebrae
Salatiel Barros
Salatiel Barros Seguir

Psicanalista, Hipnoterapeuta e Conselheiro Consultivo de Empresas. Membro do Instituto Antropus Educacional, Membro da Sociedade de Hipnoterapeuta do Estado de Pernambuco, Membro da Associação brasileira de estudos Psicanalisticos de Pernambuco.

Ler conteúdo completo
Indicados para você