[ editar artigo]

Estudos sobre liderança: The Playbook

Estudos sobre liderança: The Playbook

Estreou em setembro na Netflix uma série que pode mudar a forma como você vê o seu trabalho como líder (e até mesmo a sua vida) por meio do esporte. É a série The Playbook: Estratégias para Vencer.

Eu, que sou inspirado por histórias de liderança e grandes líderes, dei o play sem pensar duas vezes.

Desde a abertura do primeiro episódio, com Doc Rivers falando que é um ser humano e que comete erros, até o fechamento, com Dawn Staley falando sobre a sensação de vitória ao chegar ao topo, a série traz uma vida inteira de aprendizados.

Uma não, cinco!

São cinco episódios no total, cada um com um treinador lendário.

A série mostra como o esporte e a vida estão interligados e como o pensamento que vale para os esportes também vale para a vida em vários aspectos.

Ainda mais para a gente, que vive para liderar.

Como está o seu jogo de liderança?

Por meio das regras de cada técnico para alcançar o sucesso nos esportes e na vida, podemos fazer um paralelo com a nossa própria busca por sucesso no que diz respeito à liderança.

Como líderes, cada um de nós tem o seu próprio jogo, sua própria forma de liderar e fazer com que a equipe esteja alinhada e preparada para ir mais longe. Mesmo quando a equipe não acredita em si mesma, a gente acredita.

É trabalho do líder acreditar: alguém precisa crer de verdade para que a vitória aconteça.

Em nosso jogo de liderança, temos uma infinidade de processos, estratégias e ferramentas, mas a série nos faz ver além disso. Nos faz olhar para a essência da liderança, a centelha que cada um tem dentro de si e que pode usar para mudar o mundo.

E como colocar essa centelha em jogo?

A liderança como um jogo em andamento

Em um jogo, seja qual for o esporte, existe hora para correr e hora para ficar parado. No entanto, ficar parado não significa estar fora do jogo.

Para Dawn Staley, se você consegue ser paciente, conseguirá alcançar o sucesso. E ser paciente não significa abrir mão do jogo, estar fora dele, mas saber esperar e se preparar para o momento certo.

Um momento que requer coragem para enfrentar a pressão.

E, quando você vê esse momento de pressão, o que você faz? Para Doc Rivers, você não deve correr da pressão, mas sempre em direção dela.

Quando um esportista está parado, ele está guardando energia para o grande momento.

Lidere o time e não apenas os profissionais

Você não lidera um profissional, você lidera um time.

Não cabe ao líder ensinar a cada um como fazer o seu trabalho, mas abrir as portas para outras formas de fazer, trazendo lições, processos e tecnologias.

Contudo, um time existe apenas na cabeça de quem acredita nele. Se uma pessoa não se sente parte de um time, ela não conseguirá percebê-lo e não vai jogar como um integrante de um coletivo.

É trabalho de um líder criar esse sentimento de pertencimento.

Assista The Playbook e bom jogo!

Liderar não é um jogo fácil, pelo contrário: é um dos mais desafiadores. E todas as lições são bem-vindas, seja de livros, séries, filmes ou documentários, especialmente quando vêm de líderes tão expressivos.

Assista à série The Playbook e depois volte aqui para me dizer o que achou.

Mas me conte já: qual profissional dos esportes inspira você?

Polo de Liderança Sebrae
Ler conteúdo completo
Indicados para você