[ editar artigo]

Atenção líder: você conhece a fórmula para resiliência?

Atenção líder: você conhece a fórmula para resiliência?

 

Resiliência: “Propriedade que alguns corpos têm de retornar à forma original após terem sido submetidos a uma deformação”. 

O termo resiliência foi adotado pela psicologia por corresponder de forma mais exata a certas características humanas que pesquisadores da área pretendiam compreender melhor. A “habilidade de superar adversidades”, termo adotado por muitos autores para nomear resiliência, não significa que o indivíduo passe pelo processo sem que haja desgaste ou sofrimento, mas que ele superará a situação “apesar de''. Em síntese, estamos falando, portanto, da notável capacidade de se refazer do sofrimento, e não dá "impossível” capacidade de não sofrer, quando o ambiente nos apresenta as mais terríveis condições. 

Sendo assim, podemos apontar os principais “ingredientes” da resiliência: 

Autocontrole: Capacidade de regular as emoções em situações muito difíceis e delicadas. Manter a serenidade quando submetido a pressões. O oposto disso seria a destemperança, que leva à impulsividade e à irracionalidade (neste aspecto, os conceitos de resiliência e inteligência emocional se aproximam bastante). 

Autoconfiança: Diz respeito ao senso de valor atribuído a si mesmo e a crença na capacidade pessoal. Em geral, é um comportamento oposto ao de autovitimização. 

Eficiência: Capacidade de resolver problemas, de se organizar e de executar ações em prol de resultados positivos. 

Competência Social: Capacidade de angariar e articular apoio de outros indivíduos, em situações adversas, estabelecendo alianças e estimulando a ajuda mútua. 

Iniciativa e tomada de decisão: É a propensão a agir frente às situações adversas e cenários de risco e de incerteza, enquanto alguns indivíduos ficam paralisados esperando ordens. 

Determinação: É o modo positivo de encarar as dificuldades, sem perder o foco. É a capacidade de manter-se firme no objetivo, não se deixando dominar por sentimentos derrotistas. 

Flexibilidade: Capacidade de analisar o cenário e, se preciso for, mudar de estratégia. O oposto disso seria insistir de forma teimosa em táticas que não estão sendo efetivas. Os flexíveis persistem, mas tentando novas formas de ações, com pragmatismo e criatividade. 

Inteligência de resultados: Capacidade de diagnosticar problemas, criar soluções e, sobretudo, colocá-las em prática.

Quando tudo está calmo é relativamente fácil e simples manter as aparências. Porém, a resiliência é demonstrada nos momentos de dificuldade, nos quais se desvelam a verdadeira integridade moral e a sanidade psíquica dos indivíduos, de acordo com seu limite de tolerância à frustração. E é esse limite que temos o poder de trabalhar para obter resultados maravilhosos e nos tornarmos pessoas verdadeiramente resilientes, volto a dizer, tudo é executado através de processos de aprendizado!

Polo de Liderança Sebrae
Ana Paula Frizzo
Ana Paula Frizzo Seguir

Minha missão de vida é desenvolver pessoas, de forma a fomentar uma postura empreendedora na gestão da própria carreira.

Ler conteúdo completo
Indicados para você