[ editar artigo]

Fuga das Galinhas - Desenho que traz ótimos exemplos de liderança - Resenha Filme

Fuga das Galinhas - Desenho que traz ótimos exemplos de liderança - Resenha Filme

O filme  “A fuga das Galinhas” se passa na década de 50 na cidade de Yorkshire, Inglaterra, e conta a história de Gringer e sua granja, onde são exploradas ao máximo por um casal de fazendeiros que as obrigam a  trabalharem excessivamente em  troca de  suas  vidas. Podemos dizer que  vivem sob o  jugo  de  um  “trabalho  escravo”. Durante  o  andamento  do  filme,  surge  na  granja  um  novo  galo chamado  Rocky  que  enche  o  coração  do  galinheiro  de  esperança  com  a  mentira  de  que  poderia ensiná-las  a  voar  e  assim  fugir  da  vida  que  levavam. Rocky mesmo sem ter a intenção, passar a ser um líder, mas um líder que não se importava inicialmente com os demais. Aos poucos,  Rocky vai se apegando ao grupo e faz um papel importante de motivar a equipe para conquistar a tão sonhada fuga. 

 Gringer  e  o  seu  galinheiro  acreditando  na falsa  promessa  de  que  poderão  um  dia  voar  une  suas  forças  para  conquistar  a  tão  sonhada liberdade.

No  filme  conseguimos  identificar  facilmente  traços  de  três  tipos  de  liderança: a democrática  por  parte  de  Gringer,  autocrática  por  parte  da  dona  da  granja  e  liberal  por  parte  de Rocky  que  por  sua  vez  mostra que  não  se  importa muito com  o  que o  grupo  pensa  ou  faz  desde que façam  o que  for necessário para  alcançar o  objetivo que é  fugir. Já  Gringer pensa  sempre no bem estar do grupo os protegendo e liderando de maneira regrada e às vezes até mesmo exagerada, se  preocupando  com  o  que  pensam  e  f azem,  porém  nunca  deixando  de  lado  o  seu  senso  de liderança até mesmo quando deixada de lado e questionada, ela ainda sabe o seu papel dentro do galinheiro. Já  a  dona  da  granja  que  é  a  Sra.Tweedy,   se  mostra  ser  alguém  completamente absolutista que não abre mão da sua razão e nem do seu poder de liderança, às  vezes demonstrando ser completamente ditatorial em sua forma de governo.                                      

Em uma análise geral do filme, podemos observar que o galinheiro se vê mais motivado com uma liderança liberal do que com a liderança democrática, pois na realidade, eles não querem alguém que  escute  o  que  eles  pensam  e  sim,  alguém  que  eles  admiram  pela  sua  forma  de  ser  e  pensar, dando a impressão de que qualquer um que seja admirado por eles possam estar em uma posição de  liderança. 

Logo  eles  enxergam  que  a  verdadeira  liderança  é  aquela  que  se importa  não  só  com  o  objetivo  a  ser  alcançado,  mas  também,  com  aqueles  que  irão alcançar esse objetivo  e  como  vão  chegar  até  lá. Já  o  regime  autocrata  da  dona  da  granja  mostra  ser completamente  propício  a  não  alcançar  seus  objetivos  pois  por  mais  que  o  colaborador  que  no caso é  o Sr. Tweedy no filme, faça tudo que lhe  é ordenado ele. Mesmo não concordando com aquilo que lhe é imposto, e nem  os meios para se alcançar, o que gera um desiquilíbrio entre os donos da granja. Para um negócio dar certo, ambas as partes de qualquer processo precisam estar em equilíbrio  para  que  assim  obtenham  os  melhores  resultados.  Vemos ainda, diversas formas  de liderança e  qual  mais  trouxe  bons  resultados  e fez alcançar o objetivo final de todos os personagens que era chegar a ter um dia a sua liberdade custe o que custar.

Veja o trailer deste cativante desenho animado! 

https://www.youtube.com/watch?v=7_xWvPwcJ_k

Fonte: 

https://www.trabalhosgratuitos.com/profile/Nataniel-Pereira.html

 

 

 

Polo de Liderança Sebrae
Ler conteúdo completo
Indicados para você