[ editar artigo]

Pessoas certas no lugar certo = Resultado garantido!

Pessoas certas no lugar certo = Resultado garantido!

Hoje vou trazer para vocês algumas dicas que o escritor “Eduardo Ferraz”, traz no livro “Gente de Resultados” – Manual prático para formar e liderar equipes enxutas de alta performance.

Você já dever ter passado pelo difícil processo de encontrar, preparar, motivar  e liderar profissionais talentosos de forma consistente e duradoura. Posicionar as pessoas certas nos lugares certos é a premissa básica para a criação de times verdadeiramente extraordinários.

Para atingir este resultado, a situação exige que o gestor saiba priorizar as informações que realmente são úteis para aproveitar o que cada membro de seu time tem de melhor, pois as equipes precisam ser cada vez mais enxutas e eficazes, contudo na medida certa, ou seja, um número mínimo, mas suficiente, de profissionais qualificados e comprometidos.

Jim Collins, renomado estudioso na gestão de negócios, compara empresas com embarcações e afirma que o comandante (tanto de pequenos como de grandes barcos) deve ter quatro grandes desafios para atingir a alta performance:

                1- Embarcar as pessoas certas e desembarcar as erradas;

                2- Colocar as pessoas certas nas funções certas;

                3- Decidir a rota com as pessoas certas;

                4- Ter como principal prioridade manter ao menos 90%  de pessoas certas nos lugares certos.

Imagine a situação, onde um comandante de um navio de cruzeiros que  enxugar a equipe  recebe a ordem de demitir 20% dos quinhentos tripulantes, e o critério de corte é o profissional com diária e salários mais altos. O comandante demite então os chefes de setores, artistas, diminui equipe de limpeza e manutenção e dispensa os recreadores.  Como não houve um critério justo (atitudes ruins ou resultados baixos), muita gente de boa performance saiu. Provavelmente haverá perda significativa na qualidade dos serviços além da sobrecarga de serviço. Os passageiros rapidamente perceberão muitas falhas, começam a divulgar nas redes sociais e a empresa perderá receitas. Esse foi um enxugamento “burro” pois um profissional muito competente faz o trabalho melhor do que três medianos e, é óbvio, que ganha mais.

A maioria das pequenas e microempresas, não tem um departamento de recursos humanos ou contam com uma consultoria especializada em gestão de pessoas para ajudar a superar estes desafios. E como vemos acima, um erro de estratégia pode levar a empresa a falência.

O autor frisa que o melhor caminho a tomar é o do conhecimento. É importante que o líder tenha o autoconhecimento (conhecimento sobre a sua forma de agir e liderar); o conhecimento do seu negócio (como, por exemplo, os valores da empresa); e o conhecimento sobre as pessoas e seus perfis profissionais (como ter a pessoa certa, no lugar certo e como desenvolver e reter profissionais.)

Começando pelo autoconhecimento, você conhece o seu estilo  liderança?  São quatro estilos de liderança que contemplam 70% dos indivíduos e podem funcionar muito bem, desde que compreendidos e administrados, e 30% dos indivíduos tem a liderança mista, onde juntam dois ou mais estilos.

- Estilos : protetor , Trator, Centralizador e Empreendedor.

Estilo Protetor :  A pessoa com estilo protetor costuma ser gentil, acolhedora e interessada nos seus subordinados.

Estilo Trator :   A pessoa  com o estilo trator costuma ser exigente, determinada e franca.

Estilo Centralizador :  A pessoa com estilo centralizador costuma ser organizada, sistemática e conservadora.

Estilo  Empreendedor :  A pessoa com  estilo empreendedor costuma ser ambiciosa e otimista e delega com facilidade.

Você já descobriu  qual é o seu estilo de liderança? Com quais dessas características você se identifica?

Polo de Liderança Sebrae
Ler conteúdo completo
Indicados para você