[ editar artigo]

SWOT PESSOAL – Autoavaliação e mudanças

SWOT PESSOAL – Autoavaliação e mudanças

Recentemente falamos sobre os tipos de lideranças, onde você deve ter identificado qual o seu estilo de liderança.  Após conhecer seu estilo  é necessário fazer uma autoavaliação criteriosa e detalhada para iniciar as mudanças necessárias. É muito difícil exigir mudança de atitude ou melhoria de desempenho dos subordinados se você não der exemplo e melhorar o que for possível e necessário.

Certamente,  se algum dia pensou em Planejamento Estratégico, ouviu falar sobre a análise Matriz de SWOT – Strenghts (Forcas) , Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças). Se trata de uma ferramenta  simples, prática e eficiente criada na década de 60. Foi pensada inicialmente para o Planejamento Estratégico de empresas de qualquer porte, mas podemos utilizar esta ferramenta para fazer a análise SWOT pessoal trazendo ótimos resultados.

Esta  análise deverá  ser feita  de  uma maneira realista e sincera de quatro pontos que descreveremos a seguir, para que você tenha um diagnóstico preciso. Vamos a eles:

Forças  

  • Quais São seus pontos fortes?
  • Qual é a parte positiva de seu estilo de liderança?
  • O que você faz de melhor?
  • O que seus subordinados, clientes e parceiros, clientes e parceiros mais admiram em você?

Fraquezas

  • Quais são seus pontos fracos?
  • Qual é a parte negativa de seu estilo de liderança?
  •  O que você menos gosta de fazer na empresa?
  •  O que seus subordinados, clientes e parceiros mais criticam em você?
  •   O que você precisa mudar com mais urgência?

Oportunidades

Quais oportunidades você teria para melhorar seu desempenho como gestor?

  • Pode ser um treinamento impactante : um processo de terapia, coaching ou mentoring;
  • Um novo sócio;
  • Contratar alguém competente para dividir funções;
  • Participar de feiras e congressos que tragam  novidades relevantes;
  •  Fazer uma pós-graduação.

Ameaças

São situações que prejudicam seu desempenho como líder?

  • Pode ser  a entrada de um concorrente desleal em seu mercado
  • Um chefe ou colega rancoroso
  • Doenças
  • Problemas familiares que o desestabilizam
  • Ou ainda uma nova exigência que você não consiga cumprir

É  interessante ressaltar que neste caso, tanto as forças e fraquezas quanto as oportunidades e ameaças, dependem tanto de você quanto do ambiente externo. Feita a autoanálise, é a hora de desenvolver um plano de ação com apenas seis itens, completando a frase, "O que será feito para ..."

  1. Potencializar as suas forças;
  2. Neutralizar ou atenuar as fraquezas;
  3. Aproveitar as oportunidades;
  4. Lidar com as ameaças;
  5. Quando fará?
  6. Como fará?

Você conseguiu  identificar seus pontos fortes e fracos, suas oportunidades e ameaças? Já sabe como começar seu processo  pessoal de ajustes?

É importante que este plano de ação seja acompanhado no máximo a cada 15 dias para avaliar se as propostas feitas estão acontecendo. Não deixe o plano de ação cair no esquecimento!

Fonte https://coachingsp.wordpress.com/2011/05/17/modelo-7-1-analise-swot-pessoal/

Polo de Liderança Sebrae
Ler conteúdo completo
Indicados para você