[ editar artigo]

Liderança na Agricultura e Superação da Mulher

Liderança na Agricultura e Superação da Mulher

Maria de Lourdes Pereira de Sousa (Lurdinha), mulher, mãe, agricultura

No começo foi bastante difícil, principalmente no lado familiar, seu marido nunca acreditava que plantar goiaba poderia ser lucrativo, além de saber que ela era a única mulher ao lado de tantos homens. O projeto logo passou a mostrar resultados e o negócio começou a crescer. Um ano depois, a empreendedora percebeu que teria de aumentar a produção passando a diversificar com a plantação de outras culturas como uva e melancia, mas a uva sempre foi sua menina de olhos azuis, com apoio de parceiros como foi determinante para que sua auto-estima pudesse superar os desafios como mulher.

Sempre determinada e positiva, realizando sempre um planejamento de suas ações, trabalhando a organização com cooperativismo com as outras sócias, em sua comercialização da produção da uva começou a vender tendo um contato direto com os clientes, sempre observando a exigência de cada um, com ideias inovadoras e adaptação às novas tendências.

Outra inovação dentro da produção foi à compra de um pulverizador com tração animal, um investimento, onde se baixou o custo com a produção e teve um ganho expressivo de retorno econômico. Essa utilização de composto orgânico feito na própria propriedade, onde baixaram os custos, além de se trabalhar questões ligadas ao meio ambiente, produzindo uma uva mais natural e orgânica, utilizando o mínimo de inseticidas.

Sempre participante e atuante nas edições do Festival da Uva no município de São João, o que fez com que ela pensasse sobre o evento e em várias possibilidades, principalmente em se pensar em colocar durante o Festival estandes de vendas em pontos estratégicos da cidade, ou seja na entrada da cidade, no local do evento e na saída para o Assentamento Marrecas.

Sempre busca conversar e orientar as outras sócias com transparência e credibilidade em suas ações, buscando desenvolver o perfil de trabalho de cada sócia para que se tenha uma melhoria na geração de renda da comunidade.

Sua garra e determinação foram pontos fortes e confiantes para determinar, incentivar e inspirar, que sua filha se formasse em Técnica Agropecuária, hoje ela trabalha no Agroamigo do Banco do Nordeste, mas sempre que possível ajuda sua mãe tanto na produção como na comercialização.

Sua produção com engajamento, fez com que todos do território conhecessem seu barreiral com suas uvas brilhantes, sempre recebe estagiários do curso Técnico em Agropecuária da Escola Família Agrícola que trabalha com Agricultura familiar.

Sempre busca ter um ambiente agradável e um relacionamento duradouro com seus colaboradores. A confiança é um dos pilares para se ter uma liderança assertiva, além de ter uma fidelização dos clientes com relacionamentos duradouros com os clientes.

Sempre quando se vende a uva na embalagem de plástico faz o recolhimento da mesma para a preservação do meio ambiente, participa de palestras proferidas por instituições e sempre repassa para as sócias e outros colaboradores, com a preocupação na preservação do meio ambiente e da cultura da sua região.

Na produção se trabalha com adubação orgânica, sempre utilizando o que se tem na propriedade como palha de carnaúba em cobertura, na adubação utiliza sempre o esterco de bode por conter mais nutrientes.

Tem-se trabalhado muito com parcerias, principalmente em ida a feiras, onde se faz uma divulgação dos produtos, onde sempre participa representando as mulheres da Associação.

Não posso chamar de erro, mas uma experiência de vida, foi não ter feito capacitações com orientações que pudessem dar um melhor direcionamento no começo da produção, fazer um estágio, por exemplo, um desafio novo na procura de se melhorar como ser humana e como produtora, sempre em busca de soluções para as dificuldades e procurar vencer desafios constantemente. Arriscar é não ter medo.

A contribuição mais forte é alcançar um envolvimento das sócias em suas ações empreendedoras, fazem com que se tenha sucesso em suas atividades e se tenha um amento de geração de renda em suas comunidades, dando contribuição para o desenvolvimento de outras empreendedoras. E que possa contribuir para o Desenvolvimento Econômico do Município, fortalecendo as atividades da Agricultura Familiar.

Liderança Feminina

Polo de Liderança Sebrae
Ler conteúdo completo
Indicados para você